Dodge toma posse na PGR ao lado de três investigados

18/setembro/2017 - 3:57 pm

Publicado por

Edson Nascimento, 48, é jornalista. Nasceu em Belém do Pará, mas mudou-se para São Paulo quase trinta anos atrás. Entre 2000 e 2015 dirigiu o Projeto Pão Nosso, Ong que atendeu mais de duas mil crianças e jovens, oferecendo educação, profissionalização e renda. Em algum momento da vida colocou na cabeça que ia transformar o mundo.

Eunício, Temer e Maia: os investigados dão posse à investigadora

Tomou posse nesta segunda-feira como Procuradora-geral da República, Raquel Dodge. Ela substitui Rodrigo Janot, que abriu duas denúncias contra Temer, aquele que se apresenta como presidente. Os dois, Temer e Janot, ao longo dos últimos meses tornaram-se desafetos, trocando mútuas acusações e trincando a já conturbada relação entre os poderes.

Em seu discurso de posse, Dodge foi enfática quanto ao combate à corrupção, dando sinais claros de que continuará com a força-tarefa da operação Lava-jato a todo vapor, dizendo, inclusive, que não há pessoas acima da Lei. Resta saber se não foi apenas retórica, já que ela foi alçada ao cargo pelo próprio Temer, depois de ficar em segundo lugar na lista tríplice apresentada pelos colegas magistrados.

E, como a realidade no Brasil é dura, as palavras da nova Procuradora foram ilustradas pelas autoridades presentes à mesa: apenas Carmem Lúcia não é investigada.

Notícias