Doria demite dois. Motivo: ousaram denunciar empresas.

22/agosto/2017 - 8:13 pm

Publicado por

Edson Nascimento, 48, é jornalista. Nasceu em Belém do Pará, mas mudou-se para São Paulo quase trinta anos atrás. Entre 2000 e 2015 dirigiu o Projeto Pão Nosso, Ong que atendeu mais de duas mil crianças e jovens, oferecendo educação, profissionalização e renda. Em algum momento da vida colocou na cabeça que ia transformar o mundo.

Laura Mendes, ex-controladora geral, e Gilberto Natalini, ex-secretário do Verde e Meio ambiente, tiveram destinos semelhantes: a rua.

O secretário do Verde e do Meio Ambiente, o vereador Gilberto Natalini (PV), foi demitido na última sexta-feira, justamente no dia em que apresentou denúncia à Justiça sobre supostas irregularidades na concessão de alvarás ambientais, principalmente para o setor imobiliário, um xodó do prefeito. Além disso, o ex-secretário relata ainda uma série de pressões e ameaças para a liberação de documentos, assim como o não pagamento de taxas por parte de empresas, prejudicando os cofres públicos.

Natalini enviou ofício relatando os casos à Controladoria Geral do Município no dia 3 de agosto. A controladora geral, Laura Mendes, também foi demitida na semana passada, duas semanas depois de abrir investigação sobre o pagamento de propina para a liberação de propagandas ilegais, outro assunto delicado para o prefeito, que fez sua vida no marketing e quer liberar propagandas para empresas que de alguma forma “beneficiem” o município.

A dupla demissão demonstra cabalmente que há setores intocáveis para João Doria. Certos temas parecem dogmáticos e quem ousar questioná-los só tem uma alternativa: a porta da rua.

Notícias