O que fizemos em 2017 – Balanço das ações.

12/Março/2018 - 6:36 pm

Publicado por

Marcelo tem 49, é ativista político, republicano, democrata e progressista. Estudou sociologia e ciência política, na Escola de Sociologia e Política de São Paulo, trabalha com estudos de opinião pública e comunicação política. twitter @oceanoazul

O ELO MOVIMENTO fez várias ações de monitoramento do poder público em defesa dos interesses da cidade.

Junto ao TRIBUNAL DE JUSTICA DE SÃO PAULO

Fomos por duas vezes ao judiciário contra o prefeito e a prefeitura por entender que havia irregularidades em duas situações: arbitrariedade por um lado, no apagamento dos grafites da avenida vinte três de maio; e falta de transparência pública nas doações de empresas fornecedoras de bens e serviços à prefeitura de São Paulo.

Junto ao TRIBUNAL DE CONTAS DO MUNICÍPIO

Fomos por duas vezes ao Tribunal de Contas do Município para exigir transparência em duas situações: na publicação da lista com os nomes das empresas doadoras, os valores envolvidos, produtos e serviços doados e população atingida; e em relação ao tipo de transação envolvendo laboratórios farmacêuticos e a prefeitura, os valores envolvidos, quantidades recebidas, validade dos medicamentos, quantidade descartada e responsabilidade pelo descarte.

Junto a Prefeitura

Exigimos da prefeitura a instalação do CONPRESP órgão que regula o patrimônio público na cidade de São Paulo.

Junto as SECRETARIAS MUNICIPAIS

Cobramos os secretários municipais: da educação; da gestão, da ação social; da saúde; e das doações, para explicar o caso da Cracolândia e das doações.

Junto a CÂMARA DOS VEREADORES

Cobramos os Vereadores Mario Covas Neto, Sonia Francine, Alessandro Guedes, Patrícia Bezerra, Sâmia Bonfim a se manifestarem sobre a atuação do prefeito no episódio da Cracolândia.

 

Notícias